IFRS Sertão – Conexões pela cultura na Escola Pública e na Sociedade Civil

“Era ele que erguia casas
Onde antes só havia chão.
Como um pássaro sem asas
Ele subia com as casas
Que lhe brotavam da mão.”

Em Passo Fundo, os “operários da cultura” construíram e abriram as portas da Casa de Cultura Vaca Profana para acolher o IFRS Sertão e um dos seus projetos em construção. Aparentemente o coletivo que organiza esse espaço cultural no planalto gaúcho, em algum momento intuiu – numa analogia ao Operário em Construção de Vinícius de Moraes, poema lido no início da Poética do dia 03 de junho –  que “o operário faz a coisa e a coisa faz o operário”.

“Casa, cidade, nação!
Tudo, tudo o que existia
Era ele quem o fazia”

A Poética acolhe o Núcleo de Música do IFRS Sertão

Se faltam espaços para cultura, artes, poesia e afetividade o grupo que organiza o evento Poética – Leituras Boêmias prova que, para além da responsabilidade  dos governos,  as conexões entre grupos organizados da sociedade civil tem o poder da construção desses espaços.

IFRS Sertão na Poetica

Desse modo, o evento quinzenal orquestrado pelo coletivo Confraria da Afetividade, pela Casa de Cultura Vaca Profana e pela Jornada de Literatura de Passo Fundo é um ponto de encontro dos amantes da poesia e um palco acolhedor para os músicos.

Inclusive, para acolher projetos musicais nascentes como foi o caso do Combo S, grupo em formação no Núcleo de Música do IFRS Campus Sertão.

A escola pública e a sociedade

Por dentro da estrutura do Estado e da rede regular de ensino sustentada a partir do investimento público também existem operários que entendem a dimensão da Educação na construção da Sociedade e, por outro lado o quanto o contexto social influencia ( ou deveria influenciar) a construção das ações educativas.

“Mas ele desconhecia
Esse fato extraordinário:
Que o operário faz a coisa
E a coisa faz o operário.”

Desse modo  o movimento dialoga com a hipótese explorada no Projeto Conexão que coloca a Criatividade , a Empatia e consequentemente a Comunicação no centro das competências humanas demandadas pela chamada “Era da Computação Cognitiva” ou da “Indústria 4.0”, onde os robôs assumirão papeis adicionais na sociedade.

A construção a partir das Conexões

Uma das pretensões do Projeto Conexão é se valer do carácter transversal da comunicação, inerente a todos os processos da vida em sociedade afim de se colocar como eixo de articulação entre as diversas ações educativas no âmbito do campus.

Pois bem, nos resultados até então obtidos é evidenciado esse potencial, principalmente nas atividades em sala de aula envolvendo a aplicação da rádio Conexão na prática pedagógica( Biolife, Soja em Destaque, Solta-língua, How Do You Say, entre outros).

A excursão do Núcleo de Música do IFRS Sertão até a Casa de Cultura Vaca Profana nos provoca a imaginar nossa ação educomunicativa como eixo transversal articulador entre a escola e as iniciativas externas como a Poética, que também é nitidamente repleta de carácter pedagógico.

IFRS Sertão na Poética

Portanto, a vivência da equipe do Projeto Conexão no evento Poética – Leituras Boêmias é algo como uma aprendizagem validada na medida em que pudemos crescer com a troca de experiências junto aos organizadores da Poética, ainda mais com o retorno do público que elogiou a iniciativa do IFRS Sertão em promover esse espaço para os estudantes da escola pública, em incentivar e buscar manter os alunos motivados.

Aliás, musicalmente falando houveram muitos elogios ao grupo Combo S do projeto Núcleo de Música quanto à harmonia e à suavidade das músicas executadas pelo sexteto em seu arranjo que incluiu voz, acordeon, baixo, clarinete, guitarra, ukele e violão.

Casa em Construção

“Ele subia com as casas
Que lhe brotavam da mão.
Mas tudo desconhecia
De sua grande missão:
Não sabia, por exemplo
Que a casa de um homem é um templo
Um templo sem religião”

Finalmente, nossa livre interpretação do poema Operário em Construção de Vinícius de Moraes permite imaginar a sociedade como nossa casa em construção. Sendo assim, evocamos o educomunicador Ismar Soares para crer que educadores, aprendizes e sociedade civil somos iguais, inclusive na responsabilidade de construir uma nova sociedade, afinal todos temos o que ensinar, todos temos o que aprender.

Ouça um pouco da Combo S na Poética – Leituras Boêmias do último dia 03:


Sobre a Poética

POÉTICA – LEITURAS BOÊMIAS!
Literatura, roda de poesia, música e arte. Encontros quinzenais na Casa de Cultura Vaca Profana, as terças-feiras, 20h.
O evento é uma parceria do coletivo Confraria da Afetividade, Casa de Cultura Vaca Profana e Jornada de Literatura de Passo Fundo.

É um espaço de literatura, de música e de artes. A sessão tem o formato de roda de poesia com apresentação final de músicos convidados. A parte literária é dedicada aos poetas e escritores selecionados pelos presentes, com leituras de textos e poesias. O evento dá espaços a poetas e escritores para apresentarem suas criações.

Página no Facebook:

https://www.facebook.com/leiturasboemias/

Local:

Casa de Cultura Vaca Profana em Passo Fundo

Terças-feiras, quinzenalmente a partir das 20h.